Flor de S. José Branco - 750 ml

535

R$ 225,00

2x de R$ 112,50

Descrição

Castas: Vinhas velhas com predominância de Rabigato e Gouveio

Região: Zonas mais altas do Douro (altitude entre os 450 e 500 metros), permitindo uma boa amplitude térmica. Estas condições são importantes para uma maturação lenta de forma a preservar os aromas da casta, a sua frescura e acidez.

Vinificação: Uvas colhidas por castas e talhões em caixas de 20Kg e postas no frio a 5/6º C. Depois de totalmente desengaçadas são esmagadas. O mosto foi subtilmente prensado e decantado até atingir a limpidez necessária.
Fermentação e posterior estágio total em barricas de 500 litros, 60% novas e 40% usadas. Todos os meses foram removidas as borras para as manter em suspensão. Ao fim de oito meses foi feito o lote final e o vinho submetido a uma colagem antes de ser engarrafado.

Apreciação organolética: Com uma cor citrina, o vinho mostra-se inicialmente muito discreto e complexo com notas minerais evoluindo posteriormente para algumas notas frescas e florais, mais discretas e elegantes. Na boca mostra-se fresco, com uma acidez presente e muito equilibrada. Fino, complexo e muito elegante, mostra um excelente equilíbrio entre álcool, fruta e acidez, e um final vivo, fino e bastante longo.

Modo de servir: Servir fresco, à temperatura de 12/14ºC, acompanha bem pratos de peixe condimentados.

Conservação: Em local seco com temperatura constante e fresca. A garrafa deverá ser guardada na posição horizontal.

Teor Alcoólico: 12,5% Vol. (20ºC)

Acidez Total: 6,1 g/dm3 (Ácido Tartárico)

Acidez Volátil Corrigida: 0,20 g/dm3 (Ácido Acético)
PH 3,19

Engarrafamento: Julho 2019

Produção: 2.350 garrafas de 0,75L e 50 garrafas de 1,5L

Enólogo: João Brito e Cunha

Produtor: João Brito e Cunha, Lda – Vila Real.